Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Estudantes e professores protestam na Câmara contra violência em escolas de Taboão

Por | 18/09/2012

protesto

Sandra PereiraEstudantes vieram em marcha da praça Nicola Vivilechio até a Câmara Municipal

Estudantes e professores do comitê Contra a Violência de Taboão da Serra, criado para cobrar providências das autoridades competentes sobre a onda de crimes ocorridos no entorno das escolas estaduais da cidade movimentaram a sessão desta terça-feira, 18, da Câmara Municipal. Eles saíram da praça Nicola Vivilechio em direção à Câmara trazendo cartazes em repetindo palavras de ordem contra à violência. Eles pedem uma série de medidas para a inibição da ação de criminosos em frente e no entorno das escolas estaduais do Guaciara, Jardim Roberto, Freitas Júnior entre outras.

Provocados a se posicionar sobre o assunto pelo grupo de manifestantes os vereadores fizeram discursos de apoio e elogios ao movimento, mas, acabaram partidarizando a questão fazendo da violência palanque eleitoral. Os que apóiam o governo municipal lembraram que a segurança pública é dever constitucional do Estado, já os de oposição disseram que a municipalidade deve solucionar problemas como a má iluminação e poda de arvores que acabam prejudicando a segurança.

"A manifestação de vocês é positiva, mas é bom lembrar que a segurança é responsabilidade do governo do Estado. Nós fomos no procurar o secretário de segurança e ele nem recebeu a gente", falou Macário. "A prefeitura e a Citeluz tem que garantir a iluminação pública já que todos nós pagamos uma taxa alta por ela", disparou Olívio. 


Depois de muito discursar os vereadores aprovaram um requerimento cobrando da prefeitura e do governo estadual as reivindicações dos estudantes e professores para melhorar a segurança no entorno da comunidade escolar de Taboão. O documento aprovado na Casa será remetido às autoridades competentes.

Não é de hoje que os moradores reclamam da insegurança crescente em Taboão. As estatísticas recentes divulgadas pelo governo do Estado comprovando o crescimento da violência mostrou o que a população já vinha sentindo pele há meses: a falta de segurança, veja aqui.

Munidos de faixas e mega-fone os estudantes, professores e representantes da Apeoesp se concentraram na Praça Nicola Vivilechio no centro da cidade e seguiram para a Casa de Leis. Frases de protestos e pedidos de segurança para estudar deram o tom da manifestação. A segunda realizada por eles – relembre aqui.

No documento entregue aos vereadores constam as seguintes reivindicações: iluminação nas ruas das escolas e ao entorno, poda de árvores que atrapalha na iluminação, presença permanente da ronda da GCM, a partir de um diálogo com comitê da comunidade escolar para determinar horários e procedimentos para lidar com alunos e, por fim melhorias e reformas das ruas de acesso, como o recapeamento.

De acordo com integrantes do Comitê a segurança não se resume somente em polícia, uma vez que desde o dia 10, diariamente a ronda acontece na escola Edgar Francisco, primeira unidade de ensino que foi alvo dos criminosos. Leia aqui  e aqui .

“O policiamento inibiu a ação dos assaltantes, mas as condições para a criminalidade continuam. Por isso fazemos as reivindicações, por não temos condições mínimas para estudar”, afirmaram os alunos.

 "A gente tem que vir cobrar porque se depender deles (vereadores) não acontece nada", completou outro.

23/04/2018

Prefeito Fernando firma parceria com MP para implantação da Patrulha Guardiã

O prefeito Fernando Fernandes assinou na quinta-feira (3), o Termo de Cooperação com o...

21/04/2018

Governo diz que terá de adiar reajuste de servidor para fechar contas em 2019

Para tentar impedir a paralisação da máquina administrativa e dos investimentos públicos no ano...

21/04/2018

Vereador Marcos Paulo elogia atuação da GCM em Taboão da Serra

O vereador Marcos Paulo vem usando a tribuna da Câmara Municipal para elogiar o trabalho...

21/04/2018

Câmara Municipal aprova título de Cidadão Taboanense para o padre Weliton Angeli

Na sessão da última terça-feira, dia 17, os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por...

21/04/2018

Presidente Joice Silva e as vereadoras Priscila e Rita receberam prêmio

A presidente da Câmara de Taboão da Serra, Joice Silva e as vereadoras Priscila Sampaio e Rita...

20/04/2018

Anderson Nóbrega é nomeado novo secretário de esportes em Embu das Artes

Na tarde da última quinta-feira (19), em Embu das Artes, o prefeito Ney Santos nomeou Anderson...

18/04/2018

Senado aprova projeto que obriga escolas a combaterem bullying

O Senado aprovou, nesta terça-feira (17), o projeto que obriga as escolas a desestimularem seus...

17/04/2018

Após revisão, governo anuncia cancelamento de 422 mil benefícios sociais

Após um trabalho de revisão de benefícios sociais concedidos pelo governo federal, 422 mil serão...

14/04/2018

Câmara Municipal entrega título de Cidadão Taboanense ao padre Kirano

No último domingo, dia 8, a Câmara Municipal de Taboão da Serra entregou o título de Cidadão...

12/04/2018

4º Encontro de Autismo reuniu quase mil pessoas no Cemur, em Taboão

Quase mil pessoas participaram do 4º Encontro de Autismo de Taboão de Serra, realizado no...

26/04/2018

Bailarina de Taboão da Serra se prepara para grande festival na Espanha

Moradora do jardim Salete, em Taboão da Serra, a jovem Rosana Silva, de 18 anos, está a um passo...

26/04/2018

Força Tática fez 70 flagrantes desde que voltou para Taboão e Embu

Desde que voltou a atuar em Taboão da Serra e Embu das Artes, no dia 2 de dezembro, a Força...

26/04/2018

GCM reforça Operação Cidade Organizada em Itapecerica da Serra

Ação “Cidade Organizada’ realizou no último dia 20, uma operação procurando restringir a...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.