Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Alunos e funcionários são vítimas de arrastões em escola estadual de Taboão

Por | 3/09/2012

escola

DivulgaçãoDenúncia foi feita em primeiro momento no Facebook

Alunos, funcionários e professores da escola estadual Edgard Francisco, localizada no bairro Jardim Roberto, na cidade de Taboão da Serra estão amedontrados e com muito medo dos arrastões realizados na hora de entrada e saída dos alunos, tanto na parte da manhã quanto a noite. Criminosos encapuzados e armados em motocicletas abordam as vítimas e roubam tênis, dinheiro, documentos e até mochilas.

Os arrastões aconteceram na última quinta-feira, dia 30, segundo o diretor da escola, João. Mas, não são os primeiros que acontecem, uma vez, que moradores do bairro e do Itaquaciara também estão sendo alvo dos criminosos a qualquer hora do dia, de acordo com relato dele.

“Na quinta, os dois bandidos fizeram uma fila em frente à escola e roubaram tudo que podiam dos alunos e funcionários que chegavam à escola, ou saiam para jantar. Em um dos casos, o aluno se recusou a dar o tênis e foi agredido por uma coronhada e obrigado até a fazer xixi”, contou o diretor.

De acordo com o diretor João, diante de tantos assaltos ele reforça ofícios que tem enviado para a polícia militar e a proposta da junção da corporação com a GCM para que rondas sejam feitas com freqüência na escola e ruas do bairro, para inibir a ação dos criminosos. Ele afirmou em entrevista por telefone ao Jornal na Net, que as últimas rondas da PM aconteceu no dia 29 de junho, por meio dos ofícios e dia 29, por solicitação feita pelo 190. “Quando chamamos, a polícia aparece horas depois”, denuncia.

Ele acredita que as escolas ao entorno da Edgar Francisco também sofrem com a ação dos criminosos e sugere uma ação conjunta entre elas. Além disso, ele contou à reportagem que por meio do sistema de proteção escolar, registra Boletins de Ocorrência, ao todo seis já constam no sistema. Na Delegacia, por sua vez, o diretor pontua que os alunos, pais e funcionários não foram registrar, por diversos motivos, entre eles possível represália.

Apesar dos constantes assaltos as aulas escolares estão acontecendo normalmente na escola e pais foram convocados para amanhã comparecerem no prédio para uma reunião, com intuito de esclarecer os acontecimentos e colher informações para contribuir em prol da solução do problema.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.