Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Moradores e comerciantes convivem com a violência crescente em Taboão

Por | 5/09/2012

rua1

Prefeitura Municipal de Taboão da SerraComércios da rua Antônio de Oliveira Salazar, no Jardim São Salvador são alguns do que mais sofrem com a ação dos criminosos

Os assaltos constantes em diversos comércios da rua Antônio de Oliveira Salazar, no bairro Jardim São Salvador, em Taboão da Serra fazem praticamente todos os dias e a qualquer hora, comerciantes e moradores ao entorno reféns de seus medos e temerosos de que um novo assalto aconteça. De acordo com eles, a maioria dos roubos são praticados por motociclistas armados. “O garupa desce, rouba o que tem na loja, dinheiro também e então eles fogem”, contou uma comerciante que já teve seu estabelecimento, que fica a cinco minutos do Batalhão, roubado duas vezes.

A ação dos criminosos é muita rápida e na maioria das vezes eles não são violentos, segundo as vítimas. Uma mulher de aproximadamente 30 anos também foi alvo dos criminosos. Ela tinha acabado de sacar dinheiro no supermercado Ricoy e foi surpreendida por uma dupla em motocicleta com placa tampada. “Ela chorava muito e a única opção que tinha para sacar dinheiro era ali. Outro caixa eletrônico só existe na Kizaemon Takeuti”, frisou um jovem que presenciou o assalto.

Comerciantes e moradores ao entorno da Estrada Kizaemon Takeuti também sofrem com os constantes assaltos. Relatos de comerciantes indicam que precisam abaixar as portas em grande parte do dia, por medo de mais uma vez, ser vítima dos criminosos. “A situação está crítica. É difícil encontrar algum comércio que não tenha sido roubado aqui e alguma pessoa, que não tenha sido vítima de saidinhas de banco”, afirma um lojista.

Na noite do último sábado, dia 1º de setembro, o primo do candidato a prefeito pelo PSB, Aprígio, foi assassinado com um tiro na cabeça, por um motoqueiro armado – relembre aqui.   Outros relatos publicados diariamente na rede social Facebook dão conta de que a violência atinge outras famílias e comerciantes dos bairros Parque Pinheiros, Jardim Record, São Judas, Jardim Roberto.

Além dos arrastões que estão acontecendo quase que diariamente na escola estadual Edgard Francisco, no Jardim Guaciara – saiba mais aqui e aqui.

A violência crescente e que amedronta os moradores e comerciantes dos bairros de Taboão reforça a necessidade de uma ronda mais efetiva nos locais, para que o policiamento preventivo aconteça e iniba a ação dos criminosos.

“O policiamento em Taboão da Serra está precário, na madrugada do sábado 1/9 liguei para o 190 e só na 3ª tentativa eu consegui falar e ainda tive q espera uns 5min até atenderem, pois antes disso só fica a gravação... Se fosse um assalto, o assaltante já estaria longe faz tempo”, desabafou um leitor do site, chamado Willian.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.