Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Conseg Monte Alegre debate assaltos em Taboão da Serra

Por | 30/03/2012

conseg_3

Karen SantiagoInstalação de base da PM no bairro também foi discutida

Os moradores do bairro Jardim das Oliveiras e adjacências vivem de uma promessa que já dura três anos: a instalação de base comunitária fixa da polícia militar no bairro. Promessa antiga, mas que em todas as reuniões do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg do Monte Alegre), realizada no bairro, a terceira até agora, volta à tona. E na noite desta quinta-feira, (29) não foi diferente.

A Associação de Amigos do Bairro foi o local escolhido para ouvir as principais queixas dos moradores em relação à segurança. Em tom de desabafo, eles clamaram por policiamento preventivo, contaram seus dramas, uma vez, que se sentem inseguros, devido a grande quantidade de assaltos nos bairros e ressaltaram a importância de uma base fixa para evitar que a violência cresça ainda mais.

Um abaixo assinado com mais de mil assinaturas já foi elaborado, pela sexta vez, segundo uma moradora, e será protocolado ainda nesta sexta-feira na Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo, o objetivo é brigar por uma base da PM no bairro. “Assumo que essa é a última tentativa. O bairro está precisando demais de segurança. A violência aumenta a cada dia. Com o policiamento, os bandidos vão ficar inibidos”, disse.

“Nós moradores estamos cansados de tantos assaltos. É só sair para trabalhar que somos assaltados, quando voltamos também somos. Precisamos de policiamento, estamos inseguros onde moramos, porque todo o dia alguém é assaltado e parece que a polícia não sabe disso, ou se sabe, não faz nada para resolver. Porque não vemos, viaturas patrulhando por aqui”, desabafa um morador.

Os assaltos realizados por motoqueiros e saidinhas de banco são constantes nos bairros e imediações do Shopping Taboão, segundo os moradores. O alvo principal dos criminosos são as mulheres e comerciantes. São roubados celulares, bolsas e pertences pessoais logo pela manhã (até às 7h) e também à noite a partir das 23h.  As saidinhas começaram a serem freqüentes, com a construção de uma rua, que dá acesso direto a Estrada do Campo Limpo (São Paulo), de acordo com os moradores.

Os assaltos são recorrentes nos bairros da cidade, relembre aqui, aqui, aqui. E as saidinhas de banco também confira aqui.

De acordo com o sargento da polícia militar, Carlos, para diminuir esses assaltos praticados por motoqueiros, policiais da Rocam (rondas ostensivas com apoio de motocicletas) são direcionados para os bairros de maior incidência desse crime. Hoje a 4ª companhia conta com quatro equipes durante o dia (dois PMs em cada uma) e só no período noturno.

Em relação ao número de efetivo da polícia militar e civil, o delegado assistente, Ivan, revelou que Taboão tem deficiência histórica nesse quesito. “A cidade não conta com um número bom de policiais, eles chegam e logo depois vão embora para as cidades da Capital”, afirmou.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.