Marido confessa assassinato de jovem encontrada em Embu

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 25/09/2014

O marido da jovem Amanda Rodrigues, de 19 anos encontrada morta por populares em um terreno da estrada Demayo, em Embu das Artes confessou a autoria do crime. De acordo com informações da Polícia Civil, o rapaz José Renan Silva, de 20 anos tinha várias marcas de unhas pelo corpo e confessou. O casal morava no Jardim São Salvador em Taboão da Serra.   

A moça foi encontrada por pessoas que passavam pelo local na manhã da quarta-feira, 24. A equipe da Polícia Militar atendeu a ocorrência e acionaram a perícia e também o Corpo de Bombeiros. 

A perícia constatou que a vítima apresentava sinais de estrangulamento, estava seminua e sem documentos apenas com um cartão Sodexo, no qual confirmaram que já tinha sido funcionária da empresa Sercom. Atualmente Amanda trabalhava de atendente em um café no Shopping Taboão.

O delegado Pedro Arnaldo, da Delegacia de Polícia central relatou que após contradições, o rapaz de 20 anos confessou o crime. O acusado confessou para a investigação que eles tiveram uma briga de casal por conta de um videogame e de acordo com o acusado ela teria ido  para cima dele. Nesse ato, ele segurou ela pelo pescoço até a morte, no objetivo de ocultar a autoria do crime, ele colocou a jovem no carro e deixou no local onde ela foi encontrada.  

A jovem deixa um bebê de seis meses e o casal tinha um relacionamento conturbado fazia três anos. A família está muito abalada com o caso e pelas redes sociais o sentimento dos amigos do casal é de comoção e revolta, relatam que não esperavam essa atitude do rapaz e lamentam pela morte prematura da moça e o fato dela deixar um filho ainda bebê. 

 O acusado José Renan Silva já está no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Itapecerica da Serra. 

Comentários