Polícia prende em Itapecerica da Serra quadrilha que atuava em roubos na região

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 14/08/2014

A equipe da Força Tática da Polícia Militar prendeu na quarta-feira, 13, uma quadrilha que aterrorizava motoristas na região de Itapecerica da Serra. A quadrilha formada por quatro rapazes com idade entre 18 e 24 anos, todos moradores do Jardim Montezano, roubavam carros no Auto Posto São Leopoldo, localizado na BR 116 sentido Curitiba e praticavam outros crimes para obter drogas.  

De acordo com informações do Chefe dos Investigadores, Geraldo Pereira Matos, a quadrilha atuava na região há seis meses e praticava roubos a carros e em seguida com o veiculo roubado realizavam outros tipos de crimes, para não deixar provas queimavam os carros. Ao menos duas vitimas já fizeram o reconhecimento dos acusados. O investigador da Delegacia de Policia de Itapecerica da Serra pediu que outras vítimas possam se apresentar no DP para fazer o reconhecimento dos acusados. O número para contato é (11) 4666-2556.

A Polícia tenta contato com um motorista do Uruguai, vitima da quadrilha no Auto Posto São Leopoldo. Segundo informações, o motorista teria sido agredido e roubado pelos rapazes.

Em patrulhamento de rotina para prevenir roubos e furtos pela Rua Itanhaém os policias militares avistaram um carro corsa cinza, com quatro rapazes no interior em atitude suspeita. Os suspeitos foram abordados e a equipe realizou revista pessoal e nada de ilícito foi encontrado. Quando o veiculo foi consultado junto ao COPOM, constou com queixa de roubo em Embu das Artes, em 08 de agosto deste ano.

Os quatro suspeitos foram conduzidos para a Delegacia de Policia para a Polícia Civil tomar as medidas de reconhecimento das vitimas e outras informações junto aos acusados. O rapaz que teve o carro furtado identificado como B.R.N afirmou que foi roubado por quatro rapazes mas não reconheceu os acusados como sendo autores do crime.

Em interrogatório os dois rapazes confessaram ter adquirido o veiculo por uma pessoa desconhecida pelo valor de R$ 20,00 reais. Os quatro homens foram presos por formação de quadrilha e roubo. Um dos rapazes já tinha passagem pela Polícia e estava em liberdade há dois meses, os demais tinham passagem quando menores. 

Comentários