Leoa Helga se recusa a entrar na caixa de transferência

Por Sandra Pereira | 6/04/2014

Passados 12 dias da chegada da caixa de transferência que deverá transportar a leoa Helga do zoológico Municipal de Taboão da Serra para a Ong Mata Ciliar, em Jundiaí a felina não deu nenhuma demonstração de que irá entrar nela. A caixa foi trazida para o recinto da leoa a fim de que ela se habituasse a transitar por ela quando isso acontecesse a caixa seria fechada e a felina transportada para a Mata Ciliar onde deverá permanecer durante o período de reforma do zoo de Taboão.

A rejeição de Helga a caixa já se tornou evidente. A leoa chegou a passar  dois dias sem se alimentar porque se recusava a entrar na caixa para comer. Também ficou 24 horas sem entrar no seu recinto porque o único local aberto para ela transitar era a caixa de transferência.

“Ela não acostumar. Já fizemos de tudo e não tem jeito. Prefere ficar com fome do que entrar na caixa. Prefere ficar presa do que passar por dentro dela. Para mim ela só vai entrar se estiver sedada”, revela o tratador de Helga seu Edson José.

O tratador cuida de Helga desde que ela chegou ao zoológico de Taboão da Serra há 10 anos quando tinha apenas 4 anos de idade. Ambos estão habituados um ao outro. Ele está disposto a ir diariamente até Jundiaí quando a felina for levada para lá.

O tratador contou que a felina já realizou os exames necessários para a transferência, a fim de comprovar suas boas condições de saúde, mas contou que pelo comportamento da felina e sua rejeição à caixa de transferência o procedimento deverá ser refeito.

“Ela chorou como criança na hora do exame de sangue. As veterinárias tiveram trabalho. Ela se bateu tanto dentro do tronco que tive receio que se machucasse. Agora ela está bem. Só não entra na caixa de jeito nenhum. Para mim o melhor mesmo é que ela ficasse aqui mesmo”, finalizou.

Comentários