Régis Bittencourt tem queda de mortes e acidentes entre Itapecerica, Embu e Taboão

Por | 20/05/2013

Apesar dos acidentes e mortes quase semanais registrados na Rodovia Régis Bittencourt entre as cidades de Itapecerica, Embu das Artes e Taboão da Serra, a Autopista, que administra a via, afirma que houve redução de 6,7% no número de acidentes e 33% no número de mortes. Os números correspondem do km 268, 9 ao km 299 e são uma comparação dos quatro primeiros meses de 2013 com o mesmo período de 2012.

Os acidentes e mortes registrados na Rodovia são rotineiros, o último aconteceu na última quarta-feira, dia 16. Na ocasião, uma carreta da empresa Letsara Transportes e Logística pegou fogo na Régis Bittencourt, em frente à empresa Cinpal, depois de entregar uma carga de cebola em Taboão. O motorista não sofreu nenhuma lesão – relembre aqui.

Já no dia 9 de morte, a última morte foi registrada na rodovia. O policial militar cabo Gomes acabou falecendo após bater em um caminhão que tinha pegado fogo momentos antes da colisão. Ele morreu carbonizado e seu veículo um Fiat Siena ficou praticamente irreconhecível – reveja aqui.

De acordo com a Autopista Régis Bittencourt entre janeiro e abril deste ano, foram registrados 304 acidentes e 6 mortes, frente a 326 acidentes e 9 mortes em 2012. Só neste mês dois acidentes com mortes foram registrados na via, um deles o do PM e outro de uma mulher, no dia 1 de maio. Ambos na cidade de Itapecerica da Serra.

A autopista informou que a redução no número de acidentes e mortes se deu por algumas providências que contribuíram diretamente para este resultado e garantem uma rodovia mais segura. Entre elas citou que desde o início da concessão foram investidos mais de R$ 1 bilhão em melhorias, serviços e operações na rodovia, também a implantação de mais de 150 quilômetros de barreiras rígidas de concreto, a manutenção da drenagem, melhoria na sinalização vertical e horizontal e ainda a recuperação do pavimento.

Entre os municípios de Taboão da Serra e Itapecerica da Serra, a Concessionária disse ter implantado 12 novas passarelas e seus respectivos alambrados que criaram condições que, em muitos casos, impediram a exposição de pedestres ao risco de travessia na pista. 

Ainda de acordo com a nota, está prevista no Contrato de Concessão a implantação de quatro dispositivos de interseção nessa região, no km 277,6, bairro Jardim Vista Alegre em Embu das Artes e nos km 288, no km 292 e no km 297,6, na região do bairro do Potuverá. 

Além da construção de 20 quilômetros de ruas laterais que atenderão os três municípios e da implantação de iluminação pública em partes da via que ainda não contam com iluminação adequada.

Comentários