ADIs de Taboão da Serra decidem continuar em greve

Por | 29/05/2012

Vai para o terceiro dia a paralisação das Assistentes de Desenvolvimento Infantil (ADIs) de Taboão da Serra. A decisão foi tomada na noite desta terça-feira, 29, após reunião de representantes da categoria com o secretário de Educação, José Marcos que informou, segundo elas, que o prefeito Evilásio Farias, solicitou ao secretário de Gestão, um estudo de reajuste do salário do funcionalismo municipal. “É a primeira vitória da greve”, afirmaram.

A greve, de acordo com as assistentes é por dignidade, reconhecimento profissional e salarial e por tempo indeterminado. Às 10h da manhã, desta quarta, as ADIs pretendem ir novamente a prefeitura, como foi feito, nesta terça.

As ADIs comparecerem em peso na sessão da Câmara Municipal desta terça e os vereadores aprovaram por unanimidade um requerimento ao prefeito para que ele marque uma reunião de regime de urgência para uma negociação com a categoria.

Cerca de 20% das professoras aderiram à greve na última segunda. Em visitas a escolas, as ADIs conversaram com as colegas e distribuíram panfletos aos pais e à comunidade que explicava o porque da greve e quais as suas reivindicações, além de constarem que livre-nomeados e outros funcionários foram deslocados para suprir a ausência das ADIs em sala de aula.

O motivo da paralisação é a reivindicação do aumento salarial da categoria, além de reconhecimento delas no Estatuto do Magistério. Além da paralisação, uma manifestação na Praça Nicola Vivilechio, por volta das 14h e na Câmara da cidade também fazem parte dos planos das assistentes.

Comentários