Moradores enfrentam problemas após enchentes

Por Sandra Pereira | 12/01/2012

Com as tempestades de verão que atingem as cidades da região quase diariamente, os transtornos relacionados ao trânsito surgem com os primeiros pingos d'água. Enchentes, bueiros entupidos, vias públicas intransitáveis são algumas das principais dificuldades que a população enfrenta.

Os locais por onde passam maiores concentrações de veículos, e que sofrem com a falta de recapeamento tem o problema agravado com o grande volume de chuva, que provoca erosões e aumento do número e tamanhos das crateras que existem no asfalto.

O fim da chuva, não é o término das dificuldades que os motoristas e moradores da região enfrentam. O acumulo de água forma grandes poças que demoram horas para serem absorvidas.

"Eu moro na Rua Gilson Gasparini no Parque São Joaquim, Taboão da Serra. Há muito tempo essa rua esta cheia de buracos e quando chove fica tudo cheio de água empoçada, quando passa um carro pesado em um buraco em frente à minha casa à estrutura até treme", relata o taboanense, Geovanni Cesar Justino da Silva.

Além de Taboão, os moradores e motoristas de Itapecerica e Embu das Artes enfrentam o mesmo problema. São poças e mais poça d’ água espalhadas por diversas ruas. Algumas os motoristas até acreditam que sejam rasas e arriscam passar, mas caem nos buracos e prejudicam os veículos.

 

Comentários