Prevenção do Câncer de Próstata em Taboão da Serra

Por Anderson Dias | 19/11/2011

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Taboão da Serra, Macário (PT), criou um projeto de lei que institui o dia 17 de novembro, como dia de combate ao câncer de próstata, coincidentemente a data é bem próxima ao dia internacional do homem, que se comemora no dia 19 de novembro. O projeto foi aprovado por unanimidade pela Câmara, e espera agora ser sancionado pelo prefeito Evilásio Farias.

Na entrevista a seguir, o vereador Macário (PT), fala sobre o projeto de sua autoria, que visa combater e prevenir o câncer de próstata, que ainda é um tabu para muitos homens, que ainda enfrentam essa barreira, quando o assunto é a saúde.

Vereador qual o objetivo do projeto de prevenção do câncer de próstata?

O homem ainda é muito machista, 50% deles ainda não procuram os médicos, e se recusam a fazer a prevenção. Existem muitos homens que morrem aos 60 anos por não se cuidarem. Macário citou o humorista, Pedro de Lara, que morreu aos 82 anos em 2007, vitima de um câncer de próstata, no qual o artista se recusava a fazer exames. Fizemos varias pesquisas, até chegar ao projeto, vamos levar o projeto aos quatro cantos da cidade, para conscientizar o Homem a viver mais, e vou conversar com outros vereadores, para implantarem o projeto em outras cidades.

De que maneira o senhor vê a divulgação do trabalho em relação à saúde do homem em Taboão da Serra?

Vou cobrar muito a divulgação, para que seja panfletada, divulgada em outdoor a prevenção vai ser divulgada em toda a cidade. A prevenção à saúde é fundamental, na verdade duas coisas são fundamentais, saúde e educação.

O senhor acha que hoje em dia o Homem está mais preocupado com a saúde, mesmo ainda sendo machista, uma vez que a mulher é quem procura mais tratamentos médicos?


Hoje o Homem está sim, correndo mais atrás, melhorou muito. Exemplo eu, me preocupo mais com os outros que comigo, mas sei que a prevenção tem que ser periódica, o Homem ainda é preconceituoso em relação a buscar ajuda médica.

Hoje Taboão da Serra possui profissionais, espaço físico e medicamentos para atender este projeto?


Não é preciso espaço físico, não precisa ampliar espaço, o que temos já é suficiente para trabalhar o projeto.

Há alguma verba reservada para o projeto de prevenção do câncer de próstata?


Não, mas para o orçamento reservado a saúde, que é de 15% consta a parte que será destinada ao projeto.

O vereador respondeu com bastante entusiasmo sobre o projeto, inclusive citando exemplo de quando teve problemas com apêndice, e a partir do tratamento aprofundou-se mais no assunto, ao sempre questionar os médicos sobre a doença, o que o faz ter esta preocupação com a saúde do povo “quando a doença é detectada na sua fase inicial, o tratamento tem mais chance de ser eficaz. O problema é que muitas vezes o preconceito acaba afastando os homens de um diagnóstico a tempo de ser tratado”, disse.

E deixou um recado aos homens; “faça prevenção e prolongue a sua vida”, finalizou.

Comentários