Tarcísio assina contrato de R$ 3,4 bi para expandir Metrô até Taboão

Por Outro autor | 11/06/2024

O projeto com a ViaQuatro faz parte de uma iniciativa mais ampla, com linhas até Guarulhos e cidades do ABC

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), oficializou nesta segunda-feira (10) o primeiro contrato para a expansão da Linha 4-Amarela do Metrô, marcando a chegada do metrô a Taboão da Serra, na região metropolitana. Este será o primeiro município fora da capital paulista a ser contemplado com uma estação da rede, que hoje vai até Vila Sônia. Será um continuidade do trecho que vem da Estação Luz, no centro.

O contrato, firmado com a empresa ViaQuatro, abrange os estudos de viabilidade e o projeto executivo para a extensão da linha. A promessa de ampliar a Linha 4-Amarela, que originalmente foi inaugurada em 2010, entre as estações Paulista e Faria Lima.

O projeto de expansão até Taboão da Serra é parte de um plano mais amplo que inclui futuras estações em Guarulhos, Santo André e São Bernardo do Campo, conforme anunciado pelo governo estadual.

Segundo o governo, o projeto para Taboão da Serra está orçado em R$ 3,4 bilhões e deverá gerar cerca de 3 mil empregos. No entanto, ainda não há uma data definida para o início das obras.

A Linha 4-Amarela tem uma longa história de planejamento e uma curta jornada na execução. Sua concepção inicial data da década de 1940, quando a empresa canadense Light realizou o primeiro estudo para a construção de uma rede de metrô em São Paulo. As obras do ramal começaram efetivamente apenas em 2007.

Comentários