Vereador denuncia que prefeitura de Taboão não paga a Tarifa Zero desde janeiro

Por Da Redação do Jornal na Net | 29/05/2024

Autor da lei que criou o Fundo Municipal do Transporte, visando custear a Tarifa Zero no transporte municipal de Taboão da Serra o vereador Sandro Ayres denunciou nesta terça-feira, 28, que a prefeitura está sem pagar a empresa desde o mês de janeiro. Por causa do calote o vereador acredita que a gratuidade para servidores públicos, pessoas com deficiência e idosos a partir dos 60 anos pode ser suspensa a qualquer momento.

“Eu acredito que a tarifa zero pode ser suspensa a qualquer momento por falta de pagamento. Já estamos praticamente em junho e desde o mês de janeiro a prefeitura não paga a empresa que presta o serviço. Isso é uma vergonha”, dispara o vereador.

Se os pagamentos não forem normalizados, o feriado de Corpus Christi pode ser o último onde a cidade Terá tarifa zero para a população.

Sandro Ayres lembra que aos domingos e feriados toda a população tem direito de utilizar o transporte público gratuitamente. Durante a semana o benefício se estende a funcionários públicos, pessoas com deficiência e idosos a partir de 60 anos.

A gratuidade no transporte municipal era uma demanda antiga da população de idosos e de deficientes de Taboão da Serra. A cidade era uma das poucas onde a cobrança de passagens acontecia normalmente a esse público específico.

“Por falta de pagamento qualquer empresa pode romper a prestação de serviço. O atraso de um mês ou dois é aceitável, agora um calote de quatro meses é irresponsabilidade total”, comenta.

A reportagem do Jornal na net procurou a empresa Viaçao Pirajuçara para comentar a falta de pagamento mas não obteve resposta. A prefeitura de Taboão silenciou sobre o problema.

Comentários