Acusado de homicídio é preso e seu comparsa morto após troca de tiros com a GCM de Taboão

Por Natália Bassi | 9/03/2022

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Taboão da Serra prendeu em flagrante um homem acusado de homicídio que era procurado pela Justiça graças ao sistema de videomonitoramento. De acordo com a guarda, o acusado dirigia um Fiat/Argo, fruto de roubo. Pelo sistema de câmeras, foi possível acompanhar o momento que o veículo entrou na cidade. Houve perseguição e troca de tiros. O seu comparsa, que também estava no carro, acabou atingido e foi levado ao Hospital Geral do Pirajuçara (HGP). No entanto, acabou não resistindo aos ferimentos.

Ao serem avisados sobre o veículo roubado, agentes da GCM iniciaram buscas na cidade para encontrá-lo. Após alguns minutos, os dois acusados foram localizados na Avenida Vicente Leporace por um guarda que estava a pé.

O GCM deu ordem de parada, mas eles não respeitaram. Além de fugirem, os acusados tentaram atropelar o agente de segurança e atiraram contra a equipe.

Iniciou-se uma grande perseguição pelas ruas em torno. De acordo com a guarda, durante a fuga, os meliantes, em altíssima velocidade, colocaram em risco a vida de muitos pedestres.

Com o apoio de outras viaturas, os acusados acabaram colidindo com um veículo que estava estacionado na rua Manoel Ferreira Júnior, no Parque São Joaquim. Eles tentaram fugir a pé, mas foram alcançados pela GCM.

Um dos acusados se rendeu. No entanto, o outro, tentou fugir e ameaçou os guardas. Houve troca de tiros e o indivíduo acabou ferido. Ele chegou a ser socorrido pelo SAMU e levado ao HGP, mas não resistiu aos ferimentos.

Já o segundo foi levado ao 1º DP de Taboão da Serra, onde foi constatado que o mesmo era procurado por homicídio de um motorista de Uber. Ele recebeu voz de prisão e ficou à disposição da Justiça.

Comentários