Imunossuprimidos receberão a 4º dose da vacina contra a covid-19

Por Natália Bassi | 22/12/2021

O Ministério da Saúde divulgou uma nota técnica no qual afirma que pessoas imunossuprimidas receberão a 4º dose da vacina contra a covid-19. O imunizante deverá ser tomado 04 meses após a 3º dose, isto é, a dose de reforço. 

A vacina aplicada nestas condições será preferencialmente a da Pfizer. No entanto, na falta da mesma, é indicado que o cidadão tome da Astrazeneca ou da Janssen. 

Estudos técnicos revelam que, com o passar do tempo, a resposta imunológica das vacinas diminui. Por esse motivo, é necessário reforçar a efetividade por meio da aplicação de mais uma dose. Com isso, o organismo fica mais protegido e as probabilidades da doença evoluir para caso grave diminui. 

 O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) considera como imunossuprimidos pessoas com imunodeficiência primária grave, em quimioterapia para câncer ou transplantados (de órgão sólido ou de células tronco), que fazem uso de drogas imunossupressoras, além de pessoas vivendo com HIV/Aids.

 

Comentários