Ministério da Saúde vai reduzir o intervalo da dose de reforço

Por Natália Bassi | 16/11/2021

O Ministério da Saúde irá reduzir de 06 para 05 meses o intervalo entre as doses de reforço da vacina contra à covid-19. O principal intuito é ampliar a proteção da população e evitar que os quadros de contaminação em razão do coronavírus evoluam para casos graves.

Com essa nova regra, o paciente que completar o esquema vacinal, precisará aguardar 05 meses para tomar a terceira dose. A medida vale para quem tomou as vacinas Astrazeneca, Coronavac, Pfizer e Janssen.

O Ministério da Saúde recomenda que a dose de reforço seja aplicada em pessoas acima de 60 anos, pacientes em quimioterapia e população imunossuprimida.

Comentários