Professor de escola particular de Taboão da Serra é preso com pornografia infantil no celular

Por Natália Bassi | 27/10/2021

Um professor que lecionava em uma escola particular infantil em Taboão da Serra foi preso na tarde de terça-feira (26) acusado de armazenar e compartilhar fotos e vídeos pornográficos de crianças. De acordo com a Record TV, o homem em um primeiro momento alegou que salvava as imagens para posteriormente denunciar às autoridades. No entanto, a versão foi descartada pela Polícia Civil após perícia no celular apontar que os conteúdos estavam no aparelho há pelo menos 06 meses.

O crime foi descoberto após o professor esquecer o celular no banco traseiro de um veículo de aplicativo. Na pressa, ele acabou deixando o aparelho cair e não se deu conta. Horas depois, uma mulher, que solicitou o mesmo carro para uma corrida em São Paulo, achou o smartphone e entregou ao motorista.

O condutor do automóvel acessou o celular, que estava desbloqueado, para achar algum contato que pudesse ligar para avisar sobre o paradeiro do aparelho. No entanto, ao fazer isso, encontrou uma grande quantidade de vídeos e fotos de crianças em situações de abuso sexual.

Diante disso, foi até ao 37º DP, no Campo Limpo, para denunciar o professor. Chegando lá, o smartphone acabou sendo bloqueado.

O motorista afirmou aos policiais que poderia levá-los até o endereço do acusado. A polícia foi até o local e o intimou a depor na delegacia.

Em seu depoimento, ele afirmou que armazenava as imagens no seu celular para posteriormente denunciar às autoridades. Rapidamente a versão foi descartada pela polícia, já que os conteúdos estavam no aparelho há mais de 06 meses.

A Polícia Civil investigará agora se o acusado não tem ligação com a produção desses materiais. O homem segue preso no DP do Campo Limpo até a conclusão do inquérito.

Comentários