Wanderley Bressan é empossado na Câmara Municipal de Taboão da Serra

Por Natália Bassi | 15/09/2021

O vereador Wanderley Bressan (PSDB) tomou posse nesta quarta-feira (15) em cerimônia na Câmara Municipal e ocupará a partir de agora a 13º cadeira do legislativo taboanense. Bressan ficará em exercício parlamentar durante 03 meses, período esse em que Marcos Paulo pediu licença de seu mandato.

Com a presença de quase todos os vereadores, secretários municipais e familiares de Bressan, a posse foi acompanhada por um público expressivo.

“Tenho certeza que o senhor fará um excelente trabalho. Um vereador é o representante do povo e o senhor com toda certeza será. Muito boa sorte, que o senhor abençoe sua vida e toda a Câmara Municipal”, disse o presidente da Câmara Municipal, Carlinhos do Leme no início da cerimônia.

Logo após assinar o documento de autorização da posse, Bressan fez um discurso impactante na tribuna. Ele relembrou o início de sua trajetória na política, quando trabalhou na Câmara Municipal de Taboão da Serra.

“Esse dia é importante não apenas porque hoje me torno vereador por 90 dias, esse dia é importante porque eu tenho plena consciência do que essa casa representa. Eu passei 08 anos da minha vida na assessoria do então vereador, Wagner Eckstein. Hoje tenho a honra e o presente de voltar a essa casa como vereador por esses 90 dias. Essa casa é um atrium de muitas lutas, é um atrium de muitas bandeiras, a voz de cada região passa por aqui”, falou.

Wanderley Bressan também enfatizou as dificuldades em sua trajetória até chegar ao parlamento taboanense.

“Em 2012, ao lado do prefeito Aprígio, eu disputei a eleição de 1485 votos. Naquela eleição nós tínhamos uma bandeira que era a esperança é o que nos move. Foram 08 anos de luta e de trabalho. E a esperança foi nos movendo. A esperança fez com que a gente não desistisse de que seria possível estar aqui (câmara) representando as pessoas. Em 2020, os 2161 votos na nossa candidatura foi porque militamos e conversamos aos quatro cantos dessa cidade que nós queríamos mais para Taboão”, disse.

Sobre a mudança de lado político, já que em 2020 o mesmo saiu candidato com o então opositor de Aprígio, Engenheiro Daniel, Bressan explicou.

“No esporte a paixão por um time é possível, ela é aceitável, e quando a gente perde um jogo, só vai ter a frustração de quem perdeu. Na política não é possível aceitar paixão cega por nenhum grupo político. Quando você fica cego, não vai ser só frustração, é o povo que vai pagar. É o povo que vai pagar por você estar cego, ordenado a torcer pelo quanto pior, melhor. Mudei. Mudei porque mais importante que qualquer grupo político, é a construção de uma cidade justa, humana e que tenha um serviço público de qualidade”, discursou.

Sobre as dificuldades, ele relembrou sua infância e os preconceitos sofridos.

“Um jovem filho de um senhor do sul, que trabalhava na roça e veio para Taboão e uma senhora nordestina que estudou até a 5º série. Um jovem gay que estudou em escola pública pudesse ser vereador. E hoje eu faço questão de reafirmar para toda cidade. Nunca mais duvidem de um jovem gay da escola pública da periferia da cidade de Taboão da Serra”, finalizou.

O vereador Dr. Ronaldo Onishi foi um dos vereadores que utilizou a tribuna para parabenizar Bressan e desejar boa sorte. “Na Grécia, somente as pessoas mais velhas e as pessoas com capacidade tinham o poder de gerir uma cidade. Ledo engano de quem imaginar que vossa excelência (Bressan) não irá cumprir com o seu papel de parlamentar com o juramento que o senhor acabou de fazer. Tenho certeza que o senhor deixará escrito na história dessa casa legislativa a sua passagem”, falou.

À reportagem do Jornal Na Net, Bressan sinalizou que, apesar de ter o seu nome conhecido pelo trabalho na Cultura, o seu mandato trabalhará por outras frentes igualmente importantes para a população.

“A gente construiu uma campanha conversando com várias vertentes da cidade, com várias facetas. Uma campanha muito fincada na importância de uma política pública de qualidade que englobe todos. A cultura promove cidadania, mas ao mesmo tempo nós não deixamos de dialogar com o setor da saúde, com os profissionais da educação, os usuários do SUS. Nosso mandato vai servir como uma ferramenta de interlocução do cidadão taboanense com o poder Executivo”, falou.

Questionado sobre quais são as expectativas sobre os três meses de mandato, o novo vereador de Taboão da Serra disse que irá trabalhar muito para ajudar o governo Aprigio a atender às principais demandas da população e da cidade.

“O político que não sabe ouvir, ele representa apenas a si mesmo. Tanto eu quanto o prefeito Aprígio temos esse compromisso e essa sensibilidade de ouvir as pessoas. Com essa escuta, nós podemos pensar de que forma intervir. O mandato não vai ser só meu, o mandato vai ser de todos aqueles que acreditaram no nosso projeto e vão ser três meses de muito trabalho, muita conversa e muita mão na massa”, finalizou.

Comentários