Bar que foi lacrado na sexta-feira (16) em Taboão é emparedado após descumprir a norma de interdição da Força Tarefa

Por Natália Bassi | 19/07/2021

Após festa clandestina realizada na madrugada de sexta-feira (16), o bar Beat House, que fica localizado na rua Caetano Barrela, foi lacrado pela Força Tarefa do Estado de São Paulo. No entanto, um dia após, dj’s voltaram ao local e retiraram o cartaz que indicava a interdição. Com tom de deboche, gravaram um vídeo afirmando que fariam um novo evento. Após o episódio, autoridades foram até o estabelecimento e fecharam a sua entrada com blocos de cimento.

“As pessoas falam demais, não sabem o que aconteceu e reportagem inventa muita coisa. A gente não está interditado, a gente podia abrir hoje, mas pelo acontecido não dá. Mas amanhã quem sabe”, disse um dos homens que aparece no vídeo.

O local, no dia da festa, também foi autuado por apresentar outros problemas além da aglomeração. Após inspeção, foi descoberto que o espaço não tinha qualquer aparelho de ventilação. Além disso, os extintores estavam despressurizados e a instalação elétrica continha fios desencapados.

Com mais de 173 denúncias no telefone da Força Tarefa, o bar não tem alvará de funcionamento da prefeitura e dos bombeiros. Esse fato também agravou a situação que já era bastante grave por si só.

Denúncia

Apesar da pandemia e dos decretos que limitam a quantidade de público nos estabelecimentos, há muitos proprietários que desrespeitam as regras e colocam em risco a vida de milhares de pessoas. Para isso, o Governo do Estado de São Paulo criou uma força tarefa especializada para combater essas práticas.

Quem quiser denunciar pode entrar em contato com o telefone 0800-771-3541 ou fazer uma denúncia no e-mail secretarias@cvs.saúde.sp.gov.br.

As equipes são formadas por polícias Civil e Militar, Procon, Vigilância Sanitária Estadual e órgãos municipais.

Comentários