“Já estamos diante de uma terceira onda” diz presidente do Conass

Por Natália Bassi | 22/06/2021

O presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Eduardo Lula, afirmou durante entrevista concedida ao Globo que o Brasil já atravessa a terceira onda da pandemia. Segundo ele, é possível fazer essa constatação analisando os casos de infecções que não apresentaram qualquer queda desde o mês de março, além do número de mortes.

“A gente já vai ter um incremento também de problemas respiratórios que devem aumentar o número de casos. De modo que eu quero acreditar que sim, a gente está subindo a montanha. Está começando a escalada da montanha da terceira onda", falou em entrevista para O Globo.

Segundo ele, outra situação alarmante é a média móvel de morte diárias dos últimos 7 dias no país. Além do Brasil ter chego a triste marca de 502 mil vidas perdidas desde o início da pandemia, cerca de 2 mil brasileiros estão falecendo todos os dias na última semana em decorrência do coronavírus.

Outra situação apresentada por ele foi o gráfico dos últimos 152 dias de pandemia. Através dos dados obtidos pelo consórcio de veículos de imprensa em parceria com as secretarias estaduais de saúde, é possível dizer que a média móvel de mortes nesse período sempre se manteve acima de 1000.

Na primeira onda, por exemplo, esse número só foi alcançado durante 31 dias. Cerca de 1/5 do que vemos hoje.

Comentários