GCM impediu que mulher cometesse suicidio em Taboão da Serra

Por Natália Bassi | 21/06/2021

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Taboão da Serra impediu que uma mulher cometesse suicídio na noite de sábado (19) ao se jogar de um viaduto na Avenida

Paulo Ayres, no Parque Pinheiros. Agentes da corporação intervieram na situação e acalmaram a moça que estava em estado de desespero. Com diálogo e apoio, salvaram a sua vida.

Os guardas estavam passando próximo ao local quando avistaram a mulher perto do parapeito do viaduto ameaçando se jogar. Rapidamente, pararam a viatura que usavam para ronda e foram até o encontro da moça. Após muita conversa, conseguiram que ela desistisse da ideia e fosse embora para a sua casa.

“Graças a Deus conseguimos evitar, a moça é funcionária da Prefeitura de Taboão da Serra. GCMs Romu 17, Romu 19, SAMU 332 e Trânsito 3149 deram o apoio a ocorrência dialogando e salvando essa vida. Parabéns a todos! Essa é a nossa missão, salvar vidas e combater a criminalidade", disse o secretário adjunto de Segurança, Tenente Dacal.


O aumento do suicídio no Brasil

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 32 pessoas por dia cometem suicídio no Brasil. Além disso, mais de mil pedidos de ajuda são registrados por mês no Centro de Valorização da Vida (CVV).

O CVV atua no apoio emocional e na prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, no telefone 188, todos os dias da semana durante 24 horas.

A equipe é formada por mais de 50 voluntários da área de saúde mental aptos a atenderem quem mais precisa de acolhimento e escuta.

Durante a pandemia, outros canais gratuitos também surgiram. Entre eles o EscutAto do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP) e o Psicanálise na Praça Roosevelt. O primeiro é com agendamento. Enquanto o segundo atende aos sábados das 11h às 14h.

Comentários