Governo de SP lança o Programa Dignidade Íntima para combater a pobreza menstrual nas escolas estaduais

Por Natália Bassi | 15/06/2021

O governo do Estado de São Paulo lançou o Programa Dignidade Íntima que distribuirá produtos de higiene menstrual para as alunas da rede estadual de ensino. O anúncio foi feito pelo governador João Dória na segunda-feira (14). Ao todo, mais de R$30 milhões de reais serão investidos por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola .

Cerca de uma a cada quatro estudantes brasileiras não possuem condições financeiras de comprar absorvente. Essa triste realidade já foi alarmada até mesmo pela Organização Mundial das Nações Unidas (ONU). Esse cenário faz com que muitas delas usem produtos inadequados para higiene íntima, enquanto outras, faltam às aulas por vergonha.

“Nós temos razões de sobra para respeitar as mulheres, as meninas, as alunas e os direitos que elas possuem. Não pode ser a pobreza, o distanciamento, a vulnerabilidade a limitar a oportunidade de vida, principalmente na escola”, disse o governador João Dória

O Programa Dignidade íntima atenderá 1,3 milhão de estudantes. Destas, 330 mil estão em situação de extrema pobreza e 500 mil são consideradas vulneráveis.

A distribuição dos produtos começará em julho e cada escola ficará responsável por essa entrega. A privacidade das alunas será inteiramente respeitada.

Para o Secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares, é de extrema importância que as meninas não se sintam envergonhadas ao receberem os absorventes.

”As alunas perdem até 45 dias de aula por causa do período menstrual. É um tema que precisa ser tratado com todo o cuidado para que essas alunas não sejam expostas”, disse

Comentários