Ney Santos anuncia agendamento de vacinas para pessoas com comorbidades que tenham mais de 30 anos

Por Natália Bassi | 24/05/2021

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos, anunciou a liberação de agendamento de vacina para pessoas com mais de 30 anos que possuam comorbidades. Na cidade, o cadastro é obrigatório e pode ser feito de maneira online ou presencial nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Para fazer o agendamento é necessário acessar o site http://www.embudasartesportal.sissonline.com.br/ e preencher os campos obrigatórios. Caso a pessoa não possua internet, ela deve procurar uma das UBS’s e apresentar documento original com foto, cartão do SUS, comprovante de endereço e carteira de vacinação.

Vale lembrar que nessa fase em que pessoas com comorbidades estão sendo vacinadas é obrigatório apresentar laudo médico, exames ou receitas que comprovem que o paciente possui, de fato, a doença.

No dia da vacinação, o embuense deve comparecer no dia e no horário marcados, com apenas um acompanhante, evitando assim, aglomerações. É necessário apresentar os mesmos documentos exigidos para o cadastro.

Os quatro pontos de vacinação funcionam de segunda à sábado, incluindo feriados, das 9h às 18h. São eles o Parque do Rizzo (sistema drive-thru), Estádio Hermínio Espósito (presencial), UBS Independência (presencial), Ginásio Dom José (presencial).


Confira a relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde

Doenças Cardiovasculares
Insuficiência cardíaca (IC)
Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar
Cardiopatia hipertensiva
Síndromes coronarianas
Valvopatias
Miocardiopatias e Pericardiopatias
Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
Arritmias cardíacas
Cardiopatias congênitas no adulto
Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
Diabetes mellitus
Pneumopatias crônicas graves
Hipertensão arterial resistente (HAR)
Hipertensão arterial – estágio 3
Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade
Doença Cerebrovascular
Doença renal crônica
Imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer).
Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
Obesidade mórbida
Cirrose hepática

Comentários