Coronavírus: 21 pacientes já morreram na UPA Akira Tada no mês de abril aguardando transferência para UTI

Por Natália Bassi | 28/04/2021

Mais uma morte foi registrada na noite de terça-feira, 27, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada. Uma mulher de 44 anos que aguardava transferência para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o dia 26 de abril acabou falecendo. Com isso, Taboão da Serra, já acumula 21 óbitos de pessoas no mês de abril que aguardavam vagas de UTI através da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross) e não foram encaminhadas a outras unidades hospitalares há tempo.

Até o fechamento do boletim epidemiológico, a UPA estava com 54% de ocupação, ou seja, 38 pacientes internados. Desse número, 28 pacientes estão em leitos de enfermaria e 10 na emergência. Dos casos mais graves, três estão intubados. Uma alta também foi registrada.

Após espera, três pedidos de transferência via Cross foram aceitos e essas pessoas foram encaminhadas a outros hospitais com leitos de alta complexidade disponíveis. A cidade aguarda a resposta de quatro solicitações que ainda estão pendentes.

Panorama Geral

Após o exame de uma mulher de 59 anos e de um homem de 65 anos que faleceram nos dias 16 de abril e 19 de abril, respectivamente, testarem positivos para o coronavírus, Taboão da Serra calcula 596 mortes. A mulher tinha cardiopatia e obesidade e estava internada no Hospital das Clínicas. Já o homem, apresentava doença cardiovascular crônica e obesidade, e recebia os cuidados no Hospital Municipal M’ Boi Mirim.

Comentários