UPA Akira Tada registra duas mortes de pacientes que aguardavam transferência para UTI

Por Natália Bassi | 23/04/2021

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada registrou duas mortes na quinta-feira. Segundo boletim epidemiológico, as vítimas foram um homem de 81 anos que aguardava transferência para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde 19 de abril e uma mulher de 74 anos que estava inserida na Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross) desde 21 de abril.

O hospital referência no tratamento de pacientes com coronavírus em Taboão da Serra aumentou a sua ocupação. Ele opera com 64% da sua capacidade com 45 pessoas internadas. Dessas, 32 estão em leitos de enfermaria e 13 na ala de emergência. Dos casos de maior gravidade, três estão intubados.

Na quinta-feira, dois pedidos de transferência via Cross foram atendidos. Com isso, a cidade aguarda agora a resposta do Governo do Estado para mais quatro solicitações que estão pendentes.


Panorama Geral

Taboão da Serra chegou a triste marca de 579 mortes após o resultado de mais 11 testes que aguardavam resultado saírem. Todas as mortes testaram positivo para coronavírus. Entre as vítimas estão 6 mulheres e cinco homens. As idades variam entre 45 e 71 anos. Nenhum deles estavam internados na UPA Akira Tada e somente três não apresentavam comorbidades.

A cidade já registrou desde o início da pandemia 13.579 casos da doença, com 12.895 pessoas curadas. Atualmente, 107 testes estão em acompanhamento.

Comentários