Homem acusado de assediar mulheres é agredido pela população e tem carro incendiado

Por Natália Bassi | 16/04/2021

Acusado de assediar mulheres em pontos de ônibus de Taboão da Serra com gestos obscenos foi preso em flagrante na Avenida Ibirama, próximo ao Hospital Geral do Pirajuçara, na noite de sexta-feira. Segundo informações, ele foi agredido por 15 pessoas e teve o seu carro incendiado.

Na ocasião, o homem foi flagrado se masturbando na frente de uma residência, quando um morador chegava da rua com o seu filho. Atordoado com a cena e, na presença de uma criança, o morador tentou tirar satisfações com o acusado ao abrir a porta do carro, mas o mesmo rapidamente se esquivou e saiu correndo. Em sua fuga, acabou esbarrando com outras pessoas, que já sabiam do caso. Uma multidão com cerca de 15 pessoas se juntou para agredi-lo. O homem levou tapas, socos e pontapés

Ao mesmo tempo que ele apanhava, o seu carro, um peugeot prata, que ele utilizava para perseguir as vítimas, foi incendiado e completamente destruído.

A Polícia Militar foi acionada para intervir na situação e o SAMU para socorrer o acusado que ficou bastante ferido. Ainda não se sabe o seu estado de saúde.

Após o atendimento, ele será encaminhado à delegacia.


Entenda o caso

Um homem vinha causando verdadeiro desconforto a muitas mulheres que aguardavam ônibus em Taboão da Serra. Segundo informações que chegaram ao conhecimento da reportagem, o indivíduo estacionava o carro próximo a esses locais, abaixava o vidro e fazia gestos obscenos olhando para as vítimas.

O acusado andava em um carro prata da marca Peugeot pelas ruas da cidade, especialmente no bairro do Pirajuçara, à procura de mulheres que seriam o seu próximo alvo. Durante o ato, ele fazia questão de olhar nos olhos das vítimas, enquanto se masturbava, para constrangê-las ainda mais.

Comentários