Em um ano de pandemia, Taboão da Serra já registra 533 mortes

Por Natália Bassi | 15/04/2021

O número de vítimas do coronavírus aumentou em Taboão da Serra. Após mais uma morte ser registrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada na quarta-feira, a cidade atingiu a triste marca de 533 vidas perdidas. Uma mulher de 75 anos que foi levada à UPA pelo SAMU em estado muito grave, infelizmente não resistiu após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Segundo o boletim epidemiológico da prefeitura, o hospital referência no tratamento de pacientes com coronavírus na cidade está com 44 pessoas internadas. Desse número, 33 estão em leitos de enfermaria e 11 na emergência. Dos casos considerados mais graves, três estão intubados.

A cidade obteve resposta da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross) e conseguiu realizar a transferência de um paciente para leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de outra unidade hospitalar do estado. Outra transferência também foi registrada, mas nesse caso, a pessoa foi levada para um hospital particular via convênio.

Com isso, Taboão da Serra aguarda a resposta de quatro solicitações que ainda estão em aberto no sistema Cross.

A UPA também registrou alta de dois pacientes que após muitos e intensos dias de luta, conseguiram se curar do vírus e voltar para casa.


Panorama Geral

O Comitê de Combate à Covid-19, informou que o resultado dos testes de 8 pacientes que faleceram entre os dias 9 e 11 de abril, que estavam sendo aguardados, saíram e confirmaram o óbito em decorrência do coronavírus. Entre as vítimas estão quatro homens de 50, 65, 70 e 75 anos e quatro mulheres de 88, 73, 63 e 59 anos. A única que não estava internada na UPA Akira Tada era a senhora de 75 anos que recebia os cuidados no Hospital Social Beneficente.

A cidade, ao todo, já teve 13.361 casos confirmados de coronavírus desde o início da pandemia. No momento, o resultado de 127 testes estão em andamento aguardando resultado.

Comentários