Internações voltam a subir na UPA Akira Tada

Por Natália Bassi | 14/04/2021

O número de internações na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada voltou a subir. O hospital referência no tratamento de pacientes com coronavírus em Taboão da Serra registra 39 internações. Dessas pessoas, 28 estão em leitos de enfermaria e 11 em leitos de emergência. Dos casos de maior gravidade, dois estão entubados.

Infelizmente a cidade que não registrou óbitos no domingo, voltou a ter mortes. Duas mulheres que deram entrada no hospital na segunda-feira não resistiram e faleceram. Uma delas tinha 44 anos e foi levada pelo SAMU com saturação extremamente baixa e acabou morrendo. Exames serão feitos para detectar se a causa da morte foi realmente covid-19. Já a outra vítima foi uma senhora de 71 anos que foi transferida do Pronto Atendimento Clementino. A mulher chegou ao centro de triagem já estado grave e foi levada às pressas para a UPA, mas a complexidade do seu quadro não permitiu que ela fosse inserida na Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross) para uma vaga de UTI em outro hospital do estado a tempo.

Segundo o Comitê de Combate à Covid-19, três transferências foram realizadas na segunda-feira. A fila que tinha sido zerada, acabou aumentando com a internação de outros pacientes na UPA. Com isso, quatro pessoas estão inseridas no sistema Cross aguardando respostas para serem encaminhadas a leitos de UTI.


Panorama Geral

Segundo a Prefeitura de Taboão da Serra, o resultado dos testes de 8 pacientes que faleceram entre os dias 22 de março e 8 de abril saíram e confirmaram que essas pessoas realmente estavam infectadas com coronavírus. Entre as vítimas estão três homens de 47, 57 e 81 anos. E cinco mulheres de 44, 51, 54, 57 e 82 anos.

Com esses dados, a cidade chega a 524 óbitos de pacientes infectados com coronavírus. Ao todo, 13.320 taboanenses, desde o início da pandemia, foram contaminados pelo vírus.

Comentários