Taboão da Serra chega a quase 500 mortes por Covid-19

Por Natália Bassi | 2/04/2021

Na quinta-feira, mais 8 óbitos foram confirmados em decorrência da covid-19 e aumentou o número de mortes na cidade. Taboão da Serra perdeu, até o momento, 494 vidas para a doença. Dois desses pacientes faleceram no dia 1 de abril e estavam internados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada. Ambos aguardavam vagas de transferência para Unidades de Terapia Intensiva (UTI) via Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross). As vítimas foram um homem de 76 anos e uma mulher de 63 anos.

Segundo ainda o Comitê de Combate à Covid-19, o resultado dos testes de 6 taboanenses que faleceram entre os dias 15 e 29 de março saiu e confirmou que a causa da morte foi coronavírus. As vítimas foram uma mulher de 67 anos que faleceu no dia 27 de março e estava internada na UPA, além de 5 homens. Eles tinham 42, 43, 55, 58 e 77 anos. O único que não estava internado no Akira foi o senhor de 77 anos, que apresentava cardiopatia e hipertensão arterial sistêmica e estava internado no Pronto Socorro Municipal Dr. Caetano Virgílio Neto.

No momento, a UPA possui 54 pacientes internados, dos quais 41 estão em leitos de enfermaria e 13 na emergência. Das pessoas que apresentam casos de alta complexidade, 9 estão entubadas.

Com a melhora expressiva de 11 pacientes, a prefeitura informou que eles não precisarão mais de transferência para outros hospitais do estado via Cross, diminuindo assim, o número de solicitações no sistema. Taboão da Serra aguarda, agora, a resposta para 12 pacientes serem encaminhados à UTI.

Na quinta-feira, 03 pacientes tiveram alta e puderam reencontrar seus familiares. Além disso, 7 transferências que estavam pendentes, foram respondidas e essas pessoas puderam ser levadas para outros hospitais do estado que dispunham de leitos específicos para o tratamento de casos de maior gravidade.

Comentários