Taboão: Mulher consegue transferência para vaga de UTI mas não resiste

Por Natália Bassi | 19/03/2021

A Prefeitura de Taboão da Serra informou às 22h da quinta-feira que a Unidade de Pronto Atendimento Akira Tada está com 70% dos seus leitos ocupados. Ontem, infelizmente, uma mulher de 69 anos que chegou a conseguir transferência via Central de Oferta e Regulação de Serviços (Cross) para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) veio a falecer de parada cardiorrespiratória ainda na ambulância enquanto estava sendo levada para outro hospital. Ela chegou a retornar à UPA, para receber os cuidados médicos adequados, mas não resistiu.

A cidade hoje possui 14 pacientes que apresentam casos de alta complexidade e estão na fila do Cross aguardando transferência para outras unidades hospitalares do estado. Segundo o boletim registrado pelo Comitê de Combate à Covid-19, a única transferência aceita no dia de ontem, infelizmente, foi da mulher de 69 anos que veio a falecer.

Hoje a UPA, hospital referência para o tratamento de coronavírus na cidade, registra 49 internações, dos quais 31 estão em leitos de enfermaria e 18 em leitos de emergência. Dos casos mais graves, 04 estão entubados. Além disso, 9 pessoas que estavam internadas receberam alta.

Com isso, Taboão da Serra registra do dia 5 de março até o dia 18 do mês, 15 óbitos de pessoas que aguardavam vagas em UTI.

Comentários