22 pacientes internados na UPA Akira Tada aguardam transferência para leitos de UTI

Por Natália Bassi | 16/03/2021

Até a noite de ontem, a cidade de Taboão da Serra registrava 65,7% da sua capacidade de internação em leitos na Unidade de Pronto Atendimento Akira Tada. Segundo boletim, 30 pacientes estão internados em leitos de enfermaria e 16 em leitos de emergência, dos quais 12 apresentam quadros mais graves e permanecem intubados.

Sem leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), 22 pacientes que carecem de cuidados mais complexos, ainda aguardam transferência para outros hospitais do Governo do Estado via Central de Regulação de Ofertas de Serviços (CROSS). A cidade, uma das que têm registrado maior número de ocupação de leitos e mortes nas últimas semanas, perdeu 14 vidas do início do mês até o dia de hoje pela morosidade no processo de transferência.

A prefeitura também esclarece que mais 5 óbitos foram registrados, no entanto, todos os pacientes já chegaram ao hospital em estado gravíssimo e faleceram poucas horas após, o que fez com que eles não entrassem na contagem de mortes em decorrência de espera de leitos de UTI.

“Taboão da Serra até o fechamento desta nota oficial está com 22 solicitações no sistema da CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) aguardando transferências, infelizmente mais um óbito foi registrado de um senhor de 61 anos socorrido pelo SAMU, mas que chegou em estado grave e veio a óbito nesta madrugada, sem tempo hábil para pedido de transferência”, disse a nota

Ainda segundo o Comitê de Combate à Covid-19, dois pacientes que estavam internados na UPA tiveram alta no dia de ontem e 5 transferências pelo sistema CROSS foram liberadas para os hospitais Emílio Ribas, Mário Covas, Guilherme Álvaro e Hospital das Clínicas.

Comentários