Moradores reclamam de descarte irregular de lixo hospitalar em terreno no Maria Rosa

Por Natália Bassi | 15/03/2021

Um terreno abandonado, situado na Rua Pedro Gomes da Motta, na altura do número 60, no Jardim Maria Rosa, tem virado motivo de medo para os moradores da região. Segundo os munícipes, que entraram em contato com o Jornal Na Net relatando a situação, o local tem sido constantemente utilizado para descarte irregular de lixo hospitalar, como máscaras e roupas cirúrgicas.

Alguns moradores, que não quiseram ser identificados, relatam grande preocupação com o risco de contaminação que os objetos podem trazer à saúde de quem passa próximo ao terreno, especialmente durante uma pandemia. Nas fotos enviadas é possível ver um grande acúmulo de aventais e proteções faciais.

“Já recorri à Vigilância Sanitária, que indicou a fiscalização de posturas, que vai enviar um agente, sem data de acordo com a agenda, para notificar o proprietário. Enquanto isso o lixo vai ficando”, disse uma das moradoras do bairro, que tem a sua residência bem próxima ao local.

Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Taboão da Serra alegou que, após denúncia e contato do Jornal, a empresa responsável pela coleta de lixo hospitalar do município retirou o lixo do terreno e que as Secretarias de Obras e Manutenção foram contatadas para resolver a situação.

"Em resposta à solicitação, a Prefeitura de Taboão da Serra informa que a Vigilância Sanitária reforçou o pedido de retirada do lixo hospitalar do terreno em questão à Secretaria de Obras. A pasta acionou a empresa responsável pela coleta de lixo hospitalar que realizou remoção do material hoje (15/03). Paralelamente, foi solicitada a notificação do proprietário e a Secretaria de Manutenção foi acionada para que providencie a limpeza do terreno.", disse a nota.

Comentários