Mulher tem celular furtado no ônibus entre Embu e Taboão e é vítima de golpe no PIX

Por Natália Bassi | 8/03/2021

Uma moradora de Embu das Artes teve o celular furtado no ônibus enquanto se deslocava para o trabalho em Taboão da Serra, na última quinta-feira, 4. Além do aparelho roubado, a jovem foi vítima de outro golpe. Mesmo após ter feito boletim de ocorrência e pedido o bloqueio do aparelho, o criminoso usou o smarthphone da vítima para realizar uma transferência de R$ 950 no PIX.

A mulher, que teve a identidade preservada pela reportagem, mora no bairro Jardim Mimas e todos os dias pega o ônibus por volta de 8h15 para trabalhar. Durante o percurso, segundo relata a vítima, o intermunicipal 032 estava muito cheio e ela não conseguiu perceber o momento em que o seu celular foi retirado da mochila. Foi somente no trabalho, ao tentar avisar a mãe que tinha chegado, ela notou o furto do aparelho.

Imediatamente, foi até a delegacia para fazer o boletim de ocorrência. No local, foi informada que poderia realizar o procedimento online. Ao chegar em casa, registrou o BO por volta de 13h51 e conseguiu rastrear o aparelho, que estava em Carapicuíba, pela última vez.

“Eu trabalho em portaria, então tenho comigo essa questão de vigiar. Por isso, mesmo sabendo que o celular da minha filha tinha sido furtado, eu fiquei ligando e não apaguei o número. Já sabia que ela tinha feito o boletim de ocorrência, mas fiquei monitorando”, disse Josi, mãe da vítima.

O que Josi não esperava, no entanto, é que o assaltante ficasse online por volta de 14h13 com o celular da sua filha. Nesse momento, ela percebeu que o aparelho não tinha sido bloqueado e ligou para a operadora solicitando o serviço.

Na noite do mesmo dia, a vítima, que já tinha comprado outro celular, tentou acessar a sua conta no banco e não conseguiu. Nesse momento, notou que, provavelmente, tinha sido alvo também de um golpe.

“Fizeram uma transferência para outra pessoa no valor de R$ 950 no PIX utilizando o cheque especial da minha conta”, disse. A transação, que ficou registrada, aconteceu às 14h13, mesmo horário em que a sua mãe viu o contato online.

O PIX é uma opção de transação dentro dos aplicativos de banco, assim como DOC e TED que vem sendo muito utilizada. A diferença, no entanto, é que ele está disponível 24 horas e todos os dias, além de ser gratuito e realizar as operações em, no máximo, 10 segundos.

A agência bancária foi procurada e as ações foram devidamente tomadas, desta forma, em 5 dias a vítima receberá o dinheiro de volta. No entanto, fica o alerta para que dados bancários não fiquem salvos no celular e que todo o cuidado seja tomado.

Comentários