Taboão da Serra teve um feminicídio e 5 vítimas

Por Sandra Pereira | 25/02/2021

O homem que matou a mulher com vários golpes de faca em Taboão da Serra fez cinco vítimas no total. A primeira vítima foi a mulher, fatal. As demais vítimas são os quatro filhos deles, a adolescente de 14 anos e as três crianças menores. As crianças ficaram órfãs de mãe. O pai assassino foi preso.

O ajudante de pedreiro Eloi Martins Pinheiro fugiu imediatamente depois de cometer o assassinato. Pegou o celular da vítima, keciana Timoteo, manchando com o sangue dela, a faca usada no crime, trocou de roupa e foi em direção à Praia Grande, onde foi preso no apartamento em que tentava se esconder. De lá, planejava continuar fugindo para Icó, no interior do Ceará, sua cidade natal.

Ninguém pode dizer se na fuga ele pensou nas suas 5 vítimas. Ou pensou que seus quatro filhos pequenos deixados para trás, agora sem mãe, que também são suas vítimas.

O criminoso fez 5 vítimas, quanto a uma delas não há mais o que se fazer, está morta. Mas, as outras 4 vítimas existem, são os quatro filhos pequenos da mãe esfaqueada e do pai assassino. Elas precisam de ajuda e de amor, quando o maior símbolo de amor, sua mãe, foi brutalmente arrancada das suas vidas.

Fazia três anos que o município de Taboão da Serra não via uma de suas mulheres ser vítima de feminicídio. Agora, que essa tragédia aconteceu a gente espera que a cidade cuide das quatro vítimas frágeis que vão precisar continuar vivendo e carregando toda essa dor. Os filhos do feminicídio existem e eles precisam ser cuidados.

Na mesma medida é urgente que a cidade faça uma verdadeira força tarefa contra a violência doméstica, contra o feminicídio, antes que eles voltem a acontecer de forma endêmica, como já vimos em tantas outras ocasiões.

Comentários