Servidores de escola em Taboão exigem segurança

Por Sandra Pereira | 4/04/2011

Professores, diretores e funcionários da Escola Estadual Julieta Caldas Ferraz, localizada no Jardim Monte Alegre, em Taboão da Serra, vão até a Secretária Estadual de Educação nesta segunda-feira (4), a partir das 14 horas para protestar contra a violência e cobrar mais segurança na escola. No último dia 28, um professor que trabalha na escola  foi vítima de sequestro relâmpago quando chegava para trabalhar.

O crime aconteceu por volta das 16 horas. O caso foi registrado no 1º DP do município e está sendo investigado. O nome da vítima não foi informado e a polícia ainda não tem pistas sobre os dois homens que sequestraram o professor.

De acordo com informações dos funcionários, assim que a vítima estacionou o seu veículo dentro da escola foi surpreendida por dois bandidos armados que a obrigaram ir para o banco de trás do carro. “O professor contou que eles rodaram por toda cidade. Ele só foi liberado por volta das 18 horas nas proximidades do Shopping Taboão. O carro, celular e outros pertences foram levados. Nada foi recuperado”, relatou uma funcionária da escola.

Ela revelou que no momento em que os dois entraram na escola quatro salas estavam em aula e havia funcionários e jovens por toda a parte. “Nós vamos fechar a escola e pedir mais segurança. Somos servidores públicos e o estado tem que nos garantir esse direito. Nós vamos fazer a nossa parte e exigir mais segurança do governo”, enfatizou.

Segundo a funcionária, o caso revoltou os alunos e os servidores e evidenciou novamente a fragilidade da segurança pública nas escolas estaduais.


O seqüestro do professor e a manifestação na Secretaria de Estadual de Educação foram um dos temas discutidos na reunião do Conseg Monte Alegre, na quinta-feira (31). Como a Escola Estadual Julieta Caldas Ferraz não tem porteiro os policiais presentes orientaram que os funcionários devem se proteger mutuamente acompanhando a chegada e saída do local, a fim de impedir que uma pessoa entre ou saía sozinha da escola.

Comentários