Engenheiro Daniel ou Aprígio: em eleição histórica, Taboão da Serra escolhe hoje seu próximo prefeito

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 29/11/2020

Os mais de 217 mil eleitores de Taboão da Serra vão às urnas neste domingo, 29, no 2° turno para escolherem seu próximo prefeito, que vai comandar a cidade pelos próximos 4 anos.. Engenheiro Daniel (PSDB), que terminou o 1° turno em primeiro lugar, com 33,42% votos, e Aprígio, que teve a preferência de 32,02% eleitores, ainda estão na disputa pela prefeitura. 

Esta é a primeira vez na história que Taboão da Serra decidirá uma eleição majoritária no 2° turno. Este ano, com o cancelamento da biometria devido à pandemia do coronavírus, a cidade ultrapassou os mais de 200 mil eleitores necessários para ter uma segunda votação, que acontece das 07h às 17h. 

Engenheiro Daniel (PSDB) é o candidato da máquina à prefeitura. Esta é a primeira vez que ele disputa o cargo. Com 36 anos, Daniel é formado e pós-graduado em engenharia civil, tendo atuado como secretário de Manutenção da cidade por três anos. Ele é casado e pai de dois filhos. Sua coligação é a Avança Taboão, composta pelos Republicanos, PTB, Rede, DC, PMB e PSDB. Seu vice na chapa é o vereador José Aparecido Alves (PTB), também conhecido popularmente na cidade como Cido da Yafarma. 

Já Aprígio (Podemos) tem 68 anos e disputa a prefeitura pela terceira vez. Já foi vereador por dois mandatos na cidade e em 2018  ganhou a eleição como deputado estadual. Empresário, Aprígio é fundador e atual presidente da Cooperativa Vida Nova, em Taboão da Serra. Ele é casado, pai e avô. Sua coligação é a “Podemos Reconstruir Taboão”, que conta com o Podemos, PSD, PSC e o Patriota. O vice na chapa é Buscarini, que já foi vereador por um mandato e prefeito por dois. 

Nas seções de votação neste domingo, 29, até às 10h a preferência é para idosos. Quem for dentro deste horário não será impedido de votar, mas terá que liberar sua vez para pessoas do grupo de risco que estiverem na seção. 

Devido ao coronavírus, os eleitores terão que usar máscara e manter o distanciamento social. Também é recomendado levar sua própria caneta para assinar a lista de presença e seu próprio álcool em gel para higienizar as mãos logo após usar as urnas. Quem estiver com sintomas ou com confirmação de Covid-19 não deve votar e poderá justificar a ausência pela internet.

 

Comentários