Taboão, Embu e Itapecerica avançam para a fase verde; cinemas e espaços culturais poderão reabrir

Por Redação | 9/10/2020

O Governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, dia 09, que a Região Metropolitana de São Paulo avançou para a fase verde do Plano São Paulo. Com isso, Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecerica da Serra e as outras cidades do entorno saem do nível amarelo e entram em uma etapa menos restritiva, com maior flexibilização econômica.

Com a mudança de fase, que entra em vigor neste sábado, dia 10, as cidades poderão reabrir cinemas, museus, teatros e eventos após completarem 28 dias na nova zona. Os espaços culturais deverão funcionar com a capacidade máxima de ocupação de 60% e respeitando as regras sanitárias para impedir a transmissão do coronavírus. 

Além da Grande São Paulo, a capital e outras cinco regiões do Estado entraram na fase verde, sendo elas Sorocaba, Piracicaba, Campinas, Taubaté e Baixada Santista. Com a nova atualização, 76% da população paulista está na fase menos restritiva

“A partir de agora, essas regiões terão um pouco menos de restrições no seu dia a dia, de acordo com as indicações do Plano SP”, disse o governador João Dória (PSDB). “Os indicadores da pandemia melhoraram no Estado, como já vem ocorrendo nas últimas semanas. Nessas regiões que eu acabo de mencionar, a progressão foi ainda mais acentuada, por isso a evolução”, completou.

O Estado também autorizou algumas medidas na fase verde. O atendimento presencial de todos os setores estará limitado a 60% da capacidade do estabelecimento e o horário estará limitado a apenas 12 horas. Restaurantes e bares poderão ficar abertos até 23h, mas o atendimento aos clientes deve ser encerrado às 22h. 

Reunificação da Grande SP 

Outra mudança anunciada é a reunificação da Região Metropolitana, que antes estava dividida em sub-regiões. A medida, segundo Dória, foi recomendada pelos médicos do Centro de Contingência do Coronavírus. 

 

Comentários