Dória prevê que população paulista seja imunizada contra Covid-19 até fevereiro de 2021

Por Redação | 22/09/2020

O governador João Dória afirmou durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 21, que pretende imunizar os 46 milhões de habitantes paulistas contra o novo coronavírus até fevereiro de 2021. 

O estado, por meio do Instituto Butantan, desenvolve em parceria com o laboratório chinês Sinova uma vacina que já está na 3° terceira e última fase de testagem, que deve terminar em outubro. Se aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o medicamento poderá começar a ser produzido em dezembro. 

“Aos brasileiros de São Paulo garanto que teremos a vacina para atender a totalidade da população já no final deste ano e ao longo dos dois primeiros meses de 2021. Temos  que, evidentemente, terminar esta terceira fase de testagem e esperamos que tudo ocorra bem”, disse ele durante a entrevista. 

São Paulo vai receber até outubro 5 milhões de doses da Coronavac e a expectativa é que até o fim do ano o total de importações alcance os 46 milhões. O Governo também vai construir uma fábrica com capacidade para produzir 146 vacinas. As obras serão iniciadas em outubro. 

 

Comentários