Em nova entrega, Prefeitura de Taboão beneficia 100 famílias dos Sítio das Madres I com escrituras

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 11/09/2020

A  noite desta quinta-feira, dia 10, vai ficar marcada na memória de muitas famílias do Sítio das Madres I, que realizaram o sonho de serem donos legais de seus próprios imóveis. A prefeitura de Taboão da Serra, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente, entregou as escrituras definitivas para cerca de 100 famílias do bairro. 

O evento, que aconteceu no Cemur e garantiu todos os protocolos sanitários, como aferição de temperatura, distanciamento social, disponibilização de álcool em gel e uso de máscaras, contou com a presença do prefeito Fernando Fernandes (PSDB) e de todos os moradores beneficiados, que participaram ativamente da cerimônia de entrega. 

“É uma satisfação muito grande porque você está aqui hoje realizando o maior sonho que uma família pode ter, que é o direito da propriedade para que você possa ter aquilo como seu e ter o que deixar para os seus filhos, seu legado. Eu participei de tudo isso, então imagina a felicidade que eu estou no meu coração esta noite”, destacou Fernandes. 

Ele também ressaltou todo o processo de regularização fundiária da cidade e informou que nas próximas semanas mais famílias de outros receberam as escrituras. Até agora, quase 5 mil lotes foram regularizados e 2 mil ainda estão em processos de regularização.  

Alessandra Pereira, de 46 anos, é moradora do bairro há mais de 30 anos e, visivelmente emocionada, fez questão de agradecer em público pela documento. “Eu queria agradecer ao prefeito Fernandes por isso. Ele foi o primeiro prefeito e o único que teve esta preocupação”, disse ela ao lembrar da luta do pai em conseguir regularizar o terreno, que agora passou a ela.  

A secretária da pasta, Sandra Pereira, explicou que regularização fundiária é um trabalho técnico, que exige a atuação de profissionais de diversas áreas, sendo fruto de uma política pública séria e de extrema importância do governo Fernando Fernandes. Ela também falou d  importância da entrega das escrituras do Sítio das Madres e lembrou que o loteamento começou em 1989, foi um dos primeiros públicos da cidade e também um dos primeiros a ser regularizado.

“A regularização ficou em análise com a CDHU por um determinado período para que os técnicos fizessem a liberação de forma mais célere para darmos continuidade”, explicou. Sandra também destacou que “foi uma solenidade emocionante, uma das mais marcantes por conta da participação extrema dos moradores, que a todo momento demonstravam o quanto estavam felizes e o quanto lutaram para realizar o documento da sua casa”, 

 

Comentários