Com público reduzido, Câmara de Taboão entrega medalha Laurita Ortega Mari

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 26/08/2020

Com a capacidade de público reduzida, a Câmara de Taboão da Serra homenageou na noite desta terça-feira, dia 26, durante sessão solene, 13 mulheres com a entrega da medalha Laurita Ortega Mari. A honraria é concedida todos os anos a personalidades femininas que se destacaram nos serviços prestados à comunidade. Cada vereador indicou um nome.

A medalha é tradicionalmente entregue em março, no mês das mulheres, mas devido à pandemia do novo coronavírus, só foi concedida em agosto.

“Não foi possível naquele momento prestar a homenagem, mas o colegiado entendeu que esta data não poderia passar em branco”, explicou o presidente da Câmara, Marcos Paulo (PSDB). “Nós estamos vivendo um momento ímpar no mundo, e essa homenagem de hoje tem um significado muito grande no sentido de estarmos honrando essas mulheres guerreiras”, continuou. 

O prefeito Fernando Fernandes (PSDB) também esteve presente à sessão e, num discurso acalorado, lembrou da coragem e força de Laurita, a primeira mulher eleita prefeita de Taboão da Serra e no Estado de São Paulo. Fernandes também destacou  a contribuição de cada uma das homenageadas na construção da cidade. .

“A gente precisa saber o quão rico Taboão da Serra é na diversidade e na qualidade das mulheres. Está hoje o exemplo, começando por Laurita, mas que não acaba só nela. Temos aqui  educadoras, empreendedoras, líderes comunitárias, mulheres que se dedicam a ganhar pessoas para Jesus, que representam todos os seguimentos e representam muito bem.  Toda essa transformação que Taboão  viveu se deve a essas mulheres que estão aqui, que elas sejam exemplos como foram para mim”, disse.

A honraria entrou para o calendário oficial do Legislativo em 2017, depois que a Câmara tornou oficial a homenagem criada pela ex-vereadora Fausta Leite, junto com a enfermeira Selma Fátima. O projeto de lei que oficializou a medalha é de autoria da vereadoras Joice Silva (PTB), Érica Franquini (PSDB), Priscila Sampaio (Republicanos) e Rita de Cássia (PSDB). 

Quem foi Laurita Ortega Mari 

A medalha carrega o nome de Laurita Ortega Mari, primeira mulher a se eleger prefeita em Taboão da Serra e no Estado de São Paulo. Governou de 1964 a 1968, com importantes conquistas para a cidade, como a criação da Estrada Kizaemon Takeuti, na região do Pirajuçara. Laurita ficou conhecida como a mãe dos pobres por ter um mandato de cunho social muito forte. Sua coragem de se submeter às urnas em uma época em que as mulheres não eram vistas com bons olhos na política é lembrada até hoje. Após sua passagem pelo Executivo, ela se elegeu vereadora e cumpriu seu mandato. 

Veja a relação das homenageadas por cada vereador 

Alex Bodinho - Marta Lucia Santiago Ventura de Alcantara

Dr. André da Sorriso - Soraia Ferreira Lopes

Dr. Eduardo Nóbrega - Ligia Ribeiro Alves

Carlinhos do Leme - Geise Helita Parizotto 

Érica Franquini - Priscila Deise Domingos Landiva

Johnatan Noventa - Juraci da Silva Leite

Joice Silva - Kamila Nunes M. Bogalho 

Dr. Cido da Yafarma - Maiza Pires Godoy da Silva 

Marcos Paulo - Ivete Ferreira Santos Muniz

Priscila Sampaio - Karina Mendonça 

Rita de Cássia - Ivanete dos Santos

Dr. Ronaldo Onishi - Carolina Ferreira Lima 

Professor Moreira - Maria de Fátima Gonçalves Varandas de Oliveira 



Comentários