Quase 30% das vítimas fatais de Covid-19 em Taboão da Serra tinham menos de 60 anos

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 18/08/2020

Um levantamento feito pela reportagem do Jornal Na Net revelou que quase 30% das vítimas fatais de Covid-19 em Taboão da Serra tinham menos de 60 anos. Em número absoluto, significa dizer que das 247 mortes registradas na cidade até agora, 74 foram de moradores que não faziam parte do grupo de risco por idade. 

A vítima mais nova da doença na cidade foi uma bebê de 7 meses, seguida de um rapaz de 19 anos. Entre as faixas etárias de 20 até 39 anos, 11 pessoas morreram em Taboão. Já de 40 a 59, foram registrados 61 óbitos, número  consideravelmente alto para o grupo com menos de 60 anos.

Como era previsto, o número de mortes entre os idosos foi maior. Ao todo, 174 moradores entre os 60 e 99 anos faleceram em decorrência da doença. Entre o grupo, a faixa etária que registrou mais mortes foi de 60 a 79, com 128 do total. Já entre 80 e 99, foram 45 óbitos. 

Mortes

por gênero

Taboão da Serra também segue a tendência nacional em relação ao número de mortes do sexo masculino, que é maior que o de mulheres. Na cidade, 55% de falecimentos foram de homens, ou seja, 137 do total. Já entre as mulheres, o número foi de 110.

 

Casos na cidade

Taboão da Serra, que tem a maior densidade demográfica do país, com 13 mil habitantes por km², segue sendo a cidade da região sudoeste da Grande São Paulo com maior número de mortes e infecções. Cerca de 6.246 moradores já contraíram a doença, mas destes, 2.483 já receberam alta e 3.516 ainda estão sendo acompanhados. 

Outros 193 munícipes aguardam o resultado do exame, sendo que 7.843 já tiveram as suspeitas descartadas. Ao todo, já houve 14.282 notificações em toda a cidade. 

 

Comentários