UPA de Taboão registrou 29 óbitos por Covid desde o começo da pandemia

Por Marcelo Ramos | 6/08/2020

Desde que a pandemia começou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Akira Tada, em Taboão da Serra, já registrou 29 mortes por coronavírus, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde. A unidade é a segunda com mais vítimas taboanenses, ficando atrás apenas para o Hospital das Clínicas, que teve 56 óbitos. 

A UPA começou a receber casos mais graves que necessitavam de internação no início da pandemia, mas manteve seus atendimentos para outros casos. No final de maio, porém, o prefeito anunciou que a unidade só iria receber pacientes com suspeita ou confirmação de coronavírus. 

Outras mortes foram registradas em hospitais do município. No Pronto Socorro do Antena, no Jd. Record, 2 moradores já morreram em decorrência da doença. No Hospital Geral do Pirajussara foram mais 7 falecimentos, 

Já no Hospital de Campanha, que também recebe apenas casos de Covid-19, 3 pessoas morreram. Lá, até agora, 14.228 pessoas já foram atendidas e 506 precisaram ficar internadas, sendo que 15 ainda permanecem hospitalizadas. 

Hospitais de municípios vizinhos também tiveram mortes de moradores de Taboão. No Hospital Geral de Itapecerica da Serra (HGIS), houve 13 óbitos. Já no Hospital de Campanha de Embu das Artes, foram 2 mortes. As outras vítimas faleceram em hospitais públicos e privados espalhados por outras cidades da Grande SP ou da Capital. 

Casos em Taboão da Serra 

A cidade já teve 212 vidas perdidas até esta quarta-feira, dia 5,  e 3.725 moradores já foram infectados, de acordo com os dados oficiais. Destes, 1.061 já foram recuperados, mas 2.452 ainda são acompanhados pela Saúde. Outros 202 moradores aguardam o resultado do exame e 4.412 já tiveram as suspeitas descartadas. 

Comentários