Para Governo de SP, volta às aulas ainda é incerta; decisão pode sair na sexta, 7

Por Redação | 4/08/2020

Com informações do Uol

O Secretário Estadual de Educação, Rossieli Soares, disse em entrevista coletiva nesta segunda-feira, dia 4, que a volta às aulas ainda no dia 8 de setembro, data prevista para o retorno gradual das escolas, ainda dependente do Plano SP e, portanto, é incerta. 

De acordo com ele, o tema será bem debatido entre o governo, que voltará a falar do calendário na sexta-feira, dia 7, quando uma nova atualização do Plano SP será feita. Ele também afirmou que, caso o Estado autorize o retorno na da sugerida, os municípios têm autonomia para decidirem continuar com as escolas fechadas. 

“Os municípios têm autonomia, inclusive pela decisão do STF, sobre abrir e fechar. Logicamente estamos trabalhando em conjunto para fazer um movimento conjunto entre as redes. Mas eles têm autonomia para isso, tanto para sim quanto para não", disse. 

Critério para volta às aulas

Para que as aulas retornem no dia 8 de setembro, pelo menos 80% da população tem que estar na fase 3 amarela de flexibilização há pelo menos 28 dias. Atualmente, de acordo com o Governo, 50% dos habitantes paulistas estão neste nível. 

Uma nova atualização será feita na sexta-feira, dia 7. Se até lá os outros 30% da população não avançar para a fase amarela, a abertura das escolas no Estado se tornam bem mais improvável. 

 

Comentários