Minuano Pneus não sobrevive à pandemia e encerra as atividades em Taboão após 40 anos de atuação

Por Redação | 29/07/2020

Sendo uma das mais importantes indústrias de fabricação de pneus da região, a Minuano Pneus, popularmente conhecida como Vipal por ser uma das autorizadas da rede, não sobreviveu à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus e se tornou mais um empresa que fechou as portas nos últimos quatro meses. 

Com mais de 40 anos de atuação em Taboão da Serra, a empresa, mesmo tendo um porte pequeno, ganhou destaque pelo serviço prestado à região. Além da fabricação, ela era responsável pela reforma de pneus de carros de carga e de passeio, com reconhecimento nacional. No entanto, agora, encerrou as atividades. A reportagem chegou tentar contato com telefone disponibilizado no site, mas ele já não atendia mais.

Além do prejuízo para os cofres públicos, que perde em arrecadação, o fechamento também contribuiu para aumentar o desemprego na região, que, com a pandemia, perdeu mais de 4,6 mil postos de trabalho no primeiro semestre do ano, segundo dados do Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (Caged). 

Mais de 700 mil empresas fecharam as portas no país

A realidade da Minuano Pneus não é isolada. No Brasil, 716 mil empresas já fecharam as portas desde o início da pandemia, segundo apontou a pesquisa Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas Empresas, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Os dados refletem diretamente no desemprego, que também aumentou. De acordo com a Pnad Covid (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) a taxa de desocupação chegou a 13,1% na última semana de junho e atingiu mais de 12,4 milhões de brasileiros. 



Comentários