Conta de luz ficará ainda mais cara em Taboão, Embu e Itapecerica

Por Redação | 1/07/2020

Quem já está achando as contas de energia elétrica cara pode já ir se acostumando com a ideia de que, infelizmente, isso vai piorar nas cidades de Taboão, Embu e Itapecerica da Serra. Nesta terça-feira (30), a Aneel - Agência Nacional de Energia Elétrica - aprovou o reajuste das tarifas da Enel São Paulo.

Com a medida, em média, os moradores das cidades da região vão pagar mais caro 4,23% nas contas de luz a partir de julho.

A alta da conta de luz vai onerar ainda mais os consumidores, que acusam a Enel de querer aumentar o lucro em plena pandemia do Coronavírus, e pedem socorro das autoridades conta os preços abusivos.

Segundo a Aneel, o aumento da tarifa reflete a alta do dólar, que tornou mais cara a aquisição de energia da hidrelétrica de Itaipu, além de custos de transmissão de energia e os custos gerenciados pela empresa para manter suas atividades.

Para o setor industrial, chamados de consumidores conectados à alta tensão, o reajuste autorizado foi de 6%, e para a baixa tensão, a alta será de 3,58%.

O aumento vale para os sete milhões de clientes da Enel em 24 municípios da Região Metropolitana de São Paulo.

 

Comentários