Baile funk com aglomeração e música alta irrita moradores em dois bairros de Taboão

Por Redação | 17/06/2020

Moradores de dois bairros em Taboão da Serra tiveram uma noite infernal por causa de um baile funk promovido entre a noite de segunda, dia 15, e a madrugada de terça-feira, 16. A festa clandestina começou na rua Irmã Paula Loebenstein, no Sítio das Madres, e terminou em uma viela da avenida Governador Mário Covas, no Parque Jacarandá. Além da música alta, que não deixou ninguém dormir, o baile provou aglomeração desnecessária nos dois locais em plena pandemia.

“Começou por volta da 21h. Fui dormir quase 2h da manhã e ainda estava acontecendo. Não sei que horas terminou”, informou um morador que preferiu não se identificar, mas que ficou indignado com o barulho excessivo. Ele informou à reportagem que a festa começou na sua rua, mas que depois foi parar no Parque Jacarandá.

Ainda de acordo com o que informou, a rua Irmã Paula Loebenstein sempre foi ponto de encontro para os frequentadores do baile, mas até agora, durante a pandemia, a quantidade de pessoas nunca tinha sido tamanha, o que não só irrita, mas preocupa os moradores devido aos riscos de se provocar aglomeração neste momento.

Não se sabe quem organiza as festas, mas a divulgação se espalha rapidamente pelas redes sociais. A prática é crime e se enquadra em perturbação de sossego, por isso, para denunciar, munícipes podem acionar a Guarda Civil Municipal e a Polícia Militar sem precisarem se identificar.

 

Comentários