Sobe para 54 o número de mortes por coronavírus em Taboão da Serra

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 26/05/2020

Taboão da Serra registrou mais duas mortes por coronavírus nesta terça-feira, dia 26, e o total de vítimas fatais pela doença subiu para 54 na cidade, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. As pacientes eram duas mulheres, de 46 anos e 73 anos. A mais nova estava internada no Hospital Next Butantã. A outra tinha diabetes e estava no Hospital das Clínicas.

Ainda de acordo com o boletim divulgado nesta manhã, o número de pessoas que já foram infectadas na cidade saltou de 397 para 450, no entanto, 248 já foram curadas e 148 ainda estão em acompanhamento. Outras 210 aguardam o resultado do exame e 322 suspeitas já foram descartadas.

O número de aumento de casos na cidade fez com que a prefeitura adiantasse dois feriados municipais para semana passada com o intuito de aumentar o isolamento social. Na quinta-feira, 21, foi comemorado o “Corpus Christi”. Já na sexta-feira, 22, o “Dia do Amor Misericordioso de Deus”, celebrado em homenagem à Santa Terezinha, a padroeira da cidade.

Mesmo com o feriado prolongado, a adesão à quarentena foi baixa. Na quinta e na sexta, o índice ficou em 48%; no sábado, 23, em 46%, e no domingo, dia 24, em 52%.  Na segunda-feira, 25, foi feriado em todo o Estado, mas o Sistema de Monitoramento inteligente ainda não divulgou os números do dia.

Para dar conta das internações, que cresceram na última semana, a Unidade de Pronto Atendimento passou a atender somente casos de coronavírus. A unidade já vinham recebendo internações de pessoas infectadas em estado grave, mas continuava o seu atendimento normalmente. Agora, com o aumento pela procura de possíveis casos, pessoas com outras doenças devem procurar o Pronto Socorro do Antena.

Outras medidas também foram adotadas pelo poder público. Foi decretado estado de calamidade pública, com a proibição de funcionamento de todos os comércios considerados não essenciais e a suspensão das aulas. Segundo a orientação do Governo de São Paulo, até dia 31 a medida estará mantida.

No município também passou a ser passou a ser obrigatório o uso de máscaras, que começaram a ser produzidas pela Escola de Corte e Costura para ser entregues à população de graça. Ao todo, mais de 25 mil já foram distribuídas.

As ruas, calçadas, pontos de ônibus, entradas e portões de casas e áreas próximas às Unidades Básicas de Saúde (UBS), do Pronto Socorro, da Unidade de Pronto Atendimento e do Hospital de Campanha são lavadas com uma solução desinfectante.

Foi instalado na cidade um sistema para tirar dúvidas e evitar que a população se desloque para unidades médicas sem necessidade. Moradores podem entrar em contato com número 0800 7758500, que funciona todos os dias, das 07h às 19, para tirar esclarecer questões sobre o coronavírus. Todas as UBS também têm seu próprio canal par tirar dúvidas. 

Comentários