Fernando Fernandes autoriza uso da cloroquina em pacientes com coronavírus

Por Redação | 11/04/2020

O prefeito Fernando Fernandes autorizou o uso da cloroquina no tratamento de pacientes diagnosticados com Covid-19 em Taboão da Serra. O medicamento, ainda de acordo com Fernandes, só será aplicado sob prescrição médica e com a autorização da família. A informação foi divulgada neste sábado, 11, em um vídeo nas redes sociais do prefeito.

A decisão foi tomada junto com a Secretaria de Saúde do município e não deve atingir a todos os pacientes. "A Cloroquina não deve ser usada sem prescrição médica, porque seus efeitos colaterais são muito adversos”, advertiu anda Fernandes.

Nas imagens, ele também pede que as pessoas fiquem em casa durante o feriado. "É muito importante que você fique em casa para que a curva de contágio seja achatada na nossa cidade e no nosso Estado, principalmente agora que os casos começa a se agravar", disse. 

Fernando ainda recomendou que, mesmo em casa, os cuidados com a higiene devem ser constantes, como a lavagem de mãos. E que caso precise sair de casa, o munícipe deve usar mascaras se possível. 

Embora ainda não haja total confirmação científica sobre sua eficácia, a cloroquina está sendo usada em diversas cidades. Na cidade de São Paulo, o prefeito Bruno Covas autorizou o uso do medicamente, desde que aplicada com indicação médica e se o paciente concordar.

Das cidades da região, Taboão da Serra é a cidade mais afetada pelo novo coronavírus. Até ontem, sexta, 10, a cidade tinha 7 mortes registradas. Hoje, o óbito de mais um morador foi divulgada e o número de casos fatais na cidade chegou a 8.

As confirmações de pessoas infectadas também subiram, indo de 76 para 80. Já o número de pessoas que aguaram o resultado do exame caiu de 183 para 180. As notificações totais de casos é de 365 e os descartados de 98.

Comentários