Dupla é presa após tentar matar família em sítio de São Lourenço da Serra

Por Redação | 29/03/2020

Uma dupla de irmãos foi presa na noite de sexta-feira, dia 27, após tentar matar sogro e enteado em um sítio de São Lourenço da Serra. As vítimas conseguiram fugir, mas os carros guardados na garagem da família foram incendiados.

O apicultor, de 46 anos, informou à polícia que chegava em casa em um Onix acompanhado do enteado, de 25 anos, da filha e da neta de apenas um ano. Ao desembarcar do veículo, foi em direção ao portal para abri-lo, no entanto foi recebido a tiros. Ele conseguiu escapar e se escondeu na mata.

Já o enteado, que permaneceu no volante, conseguiu entrar com o carro na propriedade após ver que os dois homens atiravam em sua direção. Ele estacionou na garagem e se escondeu na mata, encontrando com o sogro momentos depois. Após ficar quatro horas escondida, a família conseguiu pedir ajuda em um sítio e chamou a Polícia Militar.

No sítio, a polícia constatou que os quatro carros na garagem das vítimas foram incendiados e ainda encontrou uma capsula de bala de calibre 12 próximo ao portão. Todos os membros da família foram encaminhados ao pronto socorro.

As vítimas informaram que já tiveram problemas com os dois acusados. Ambos ameaçavam e impediam que funcionários trabalhassem no sítio da família, por isso, dois boletins de ocorrência já tinham sido registrados contra eles. Os dois, ainda segundo relataram, tinham o hábito de disparar armas de fogo pelas redondezas.

Apesar de oferecerem resistência e tentarem agredir os policiais, os dois acusados foram presos em casa, mas a armas do crime ainda não foram encontradas. Um cômodo da casa, porém, não foi revistado já que o pai da dupla não permitiu a entrada dos PMs. A prisão em flagrante dos dois foi convertida em prisão preventiva pelo risco que oferecem as vítimas. O dois responderão por tentativa de homicídio qualificado, incêndio e resistência.

 

 

Comentários