PM é preso após confessar ter matado e ocultado corpo de idoso em Itapecerica da Serra

Por Redação | 1/03/2020

Um policial militar lotado no 36º BPM/M foi preso na quinta-feira, dia 27, após confessar ter matado seu vizinho, um idoso de 67 anos, e ocultado o cadáver na fossa de um terreno no Jardim Renata, em Itapecerica da Serra.

A Polícia Civil, que apurava o desaparecimento da vítima sumida desde terça-feira, dia 25, investigava o possível envolvimento do PM no crime porque, antes de desaparecer, o idoso teve um desentendimento com o policial, tendo sido agredido e ameaçado, conforme consta um boletim de ocorrência.

Durante as diligências, a prisão temporária foi concedida pela Justiça e o policial foi levado à delegacia e acabou confessando o crime no interrogatório. Ele explicou à polícia que o homicídio aconteceu porque o idoso não deixou usar a água da sua cisterna já que a do PM tinha acabado.

A vítima foi agredida com um golpe de “mata-leão” e teve seu corpo jogado em uma fossa embaixo de uma caixa d’água no terreno do policial. Após a confessar o crime, ele indiciou o endereço do local e os policiais encontraram o cadáver.

A perícia foi realizada e, segundo informou, não foram observadas lesões aparentes no corpo da vítima, como perfurações de bala ou cortes provocados por arma branca. Por isso, somente a necropsia poderá determinar a causa da morte.

O PM foi preso em flagrante. Dois carros de sua propriedade foram apreendidos para perícia juntamente com duas armas, uma de calibre .380 da Polícia Militar, e outra particular, calibre 12.

Por se tratar de um PM, o comando da Força Patrulha do 25°BPM/M foi acionado para acompanhar a ocorrência e comunicar o caso a corporação.

 

Comentários